Equipa passou por momentos difíceis – Presidente

7 Novembro, 2017

“Não era o que ambicionámos no começo da época. Ficar entre os primeiros 8 classificados era a nossa meta”. É com estas palavras que o Presidente de Direcção do FC Bravos do Maquis do Moxico, Augusto Manuel Kitadica “Docas” começou a caracterizar a época futebolística 2017.

Augusto Manuel “Docas” apontou como um dos grandes embaraços na prossecução do seu projecto, os problemas financeiros que a Equipa viveu durante a campanha futebolística 2017. “Chegamos a dado momento em que tínhamos que parar de treinar por falta de água, alimentação e outras condições inerentes ao trabalho do Grupo”, lamentou.

O presidente do FC Bravos do Maquis disse que para atingir o 11º lugar, foi grande sacrifício.” Por isso, considero o balanço de razoável. Os nossos jogadores e a Equipa técnica foram verdadeiros guerreiros, homens do bem, compreensíveis com os problemas que vivemos, provocados pelo patrocinador, no caso a “SODIAM”-Sociedade de Diamantes de Angola, que não honrou com os compromissos previamente autorizados pelo Presidente da República, João Lourenço, na altura Ministro da Defesa Nacional”, rematou.

Durante o Girabola findo, o FC Bravos do Maquis realizou 30 jogos, logrou oito vitórias, nove empates e perdeu 13 jogos, marcou 17 golos e sofreu 26, tendo ficando em 11ºlugar com 33 pontos, dos 90 possíveis.

 


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Galeria

  • imagem
  • Imagem
  • ETAH REFORÇA MAQUIZARDES
  • Imagem
  • DIRECÇÃO EXECUTIVA SEGUE PREPARAÇÃO DA EQUIPA
  • MOMENTOS DO PRIMEIRO CONTACTO COM JOGADORES EM BENGUELA.
  • Pedro Neto Com Bravos do Maquis final da Taça de Angola
  • Bravos do Maquis Conquista Taça de Angola
  • imagem_2
  • imagem_1