Bengo

BENGO
Dados Geo-Demográficos
Área Total
25.139km2
População
351.579
Temperatura Média
26ºC
Clima
Tropical Seco
5 Municipios

O Bengo é uma província localizada no litoral norte de Angola, que ocupa uma área de 25 139 km² e actualmente, desde a reforma administrativa de 2011, é composta pelos municípios de Ambriz, Bula Atumba, Dembos, Nambuangongo e Pango Aluquém.

Esta província é uma unidade administrativa recente, criada em 1980 por desagregação da província de Luanda, e a sua capital é Caxito.

Bengo faz fronteira:

– a norte com as províncias do Zaire e Uíge
– a este e a su, com Kwanza Norte e Kwanza Sul
– a Oeste com o Oceano Atlântico e Luanda

Clima

Bengo tem um clima tropical seco e uma temperatura média anual de 26ºC, registando máxima de 33ºC em Março e mínima de 17ºC em Julho.

População e Economia

A província do Bengo faz parte do habitat da etnia dos Ambundu. No entanto, as migrações causadas em Angola pela Guerra da Independência levaram à constituição de núcleos de Bakongo e de Ovimbundu no seu território.

Nas últimas décadas, o enorme crescimento demográfico de Luanda fez com que uma certa, por enquanto ainda bastante limitada parte da sua população fosse morar no Bengo onde as camadas economicamente privilegiadas de Luanda passaram também a construir um número crescente de residências secundárias. A população total da província não pára de aumentar.

A principal língua nacional falada é o kimbundu.

Bengo produz grande parte dos alimentos consumidos em Luanda. Esta província tem visto aqui crescer a indústria, com a implantação de algumas unidades fabris de grande importância nacional, como materiais de construção e a fábrica de refrigerantes Coca-Cola.

Na agricultura existe produção de algodão, ananás, mandioca, banana, rícino, feijão, goiaba, mamão, cana-de-açúcar, sisal, goiaba, café, massambala, palmeira de dendém, hortícolas e citrinos.
A pecuária é sobretudo de carne bovina.
A pesca é outra das actividades principais da população do Bengo, sendo o cacusso e a lagosta típicos da região.
A província também tem minérios como urânio, quartzo, feldspato, gesso, enxofre, caulino, asfalto, calcário-dolomite, ferro
e mica.

O turismo é outra fonte de receita para Bengo. A provincia tem uma oferta multifacetada a este nível: reserva animal, reserva florestal, vários rios, excelentes praias, lagoas, ruínas da época colonial e diversas infra-estruturas de lazer e turismo.

Acessos

De Luanda, o melhor acesso é por estrada. Por mar, pode chegar-se via porto de Ambriz, Barra do Dande ou Porto Kipiri. Bengo possui ainda um pequeno aeroporto para aviões de pequeno porte.

A Capital, Caxito

Situa-se a cerca de 60km a nordeste de Luanda, no cruzamento de estradas até Ambriz e Uíge.

Natureza

A Reserva Florestal de Kibinda situa-se nesta província. Tem uma extensão de 100km2 e é uma floresta húmida de nevoeiros, com vegetação deste tipo, bem como de floresta de cafeeiro secundarizada, mosaico de savana zambeziaca, entre outros tipos.
Esta floresta está limitada a norte com a picada que vai do Nova Caipemba ao Kitexe, a sul com a estrada que vai do Kitexe a Aldeia Viçosa a leste com o rio Loge e a oeste com o rio Vamba.

A Reserva Florestal de Kibaxi-Piri/Bengo tem uma área de 200km2 e é limitada a norte e leste pelo rio Loma e a sul e a oeste pelo rio Ocua. Tem diferentes tipos de vegetação como floresta húmida de nevoeiros semi-decidua, poliestrata, guineense-zambeziaca e mesoplástica: Celtis, Albiza, Morus, Ficus, etc.

Praias

Praia do Sangano, Praias de Cabo Ledo, Praia da Pambala ou a Praia de Santiago são magníficas praias para excelentes banhos, pesca e desportos marítimos.

Rios

O rio Bengo (ou Dande) corre de este a oeste através da província, desaguando no Atlântico a cerca de 20km a norte de Luanda. Nos seus cursos mais elevados há rápidos, enquanto que nas zonas mais baixas há lagos e lagoas.

Outros rios importantes que cruzam a província são o Onzo, que desagua no mar entre Ambriz e Barra do Grande; e no sul os rios Longa e Kwanza.

Locais a Visitar

Muxima, uma pequena vila, deve a sua importância à peregrinação com destino à sua igreja do séc.XVI, a Igreja de Nossa Senhora de Muxima.

A Igreja de Nossa Senhora da Muxima – construída entre 1641-1648, é monumento nacional desde 1924 e situa-se em Muxima, a 130 km de Luanda. Alberga o Santuário da Nossa Senhora de Muxima e recebe milhares de peregrinos, sobretudo em Setembro, na Festa da Nª Sra. de Muxima.

Também a Fortaleza da Muxima é imperdível; situada num monte na margem esquerda do rio Kwanza foi construída por
portugueses em 1599 para defesa de mercadorias e escravos face aos holandeses.

Há também diversas Ruínas que valem a visita: Farol do Cal de bom Jesus, Antiga Igreja dos Jesuítas da Barra do Dande e Sítio Arqueológico de Ambriz, nomeando apenas algumas.