Cunene


CUNENE
Dados Geo-Demográficos

Área Total
87.342Km2

População
965.288

Temperatura Média
23ºC

Clima
Tropical Seco

6 Municípios


A província de Cunene situa-se no Sul de Angola e a sua capital é Ondjiva. Cunene divide-se em 6 municípios:

Kahama
Kuanhama
Kuroca
Kuvelai
Namacunde
Ombadja
Cunene faz fronteira:

A Norte com a Província da Huíla
A Sul com a Republica da Namíbia
A Oeste com a Província do Namibe
A Leste com a Província do Kuando-Kubango
Clima

Cunene regista um clima tropical seco, do tipo semi-árido mega térmico, com uma temperatura média anual de 23ºC, com grandes amplitudes térmicas diárias.

O mês + frio é Julho com 17ºC e o mês + quente é o de Outubro com 26ºC.

A maior concentração de quedas pluviométricas regista-se entre os meses de Dezembro à Abril com grande irregularidades na sua distribuição.

A província está devido ao seu clima salpicada por pequenos desertos.

População e Economia

Conta com uma população de 965.288 habitantes (dados de 2014), e contrariamente à maioria da população de Angola, os povos desta província não são de origem Bantu.

Existem 4 grupos étnicos:

Koysan (nómadas que vivem da recolha de frutos silvestres e da caça)
Ovambos (que se subdividem em Kwanyamas, Cuamatos e Muvales)
Nyanecas Humbes
Hereros (que se subdividem em Mucahones e Mutuas)

A língua mais falada no Cunene é o Kwanyama.

A sua população dedica-se sobretudo à agricultura de subsistência, à pesca artesanal e à pecuária.

Milho, massango, massambala e feijão são os principais cereais.

O ferro e o cobre são os minerais mais abundantes.

A província prospera actualmente graças à sua situação sobre a principal rota comercial entre Namíbia e Angola.

A Capital Ondjiva

Antiga Vila Pereira d’Eça, a cidade capital do Cunene vive sobretudo dos serviços e comércio.

Esta cidade, bastante agredida durante a guerra, tem vindo a recuperar desde 2002. Sede também de uma diocese católica, Ondjiva alberga desde 2009 um pólo da Universidade Mandume, do Lubango.

A sua proximidade com a Namíbia faz com que ofereça diversos produtos desse país vizinho e da África do Sul. Os preços são mais elevados do que na Namíbia mas mais baratos que no resto de Angola.

As suas estradas e ruas novas e o seu ambiente limpo e próspero, atraem os visitantes para que conheçam a cidade a pé.

Acessos

Cunene conta com 2 aeroportos, um em Ondjiva e outro na Kahama. Existem ainda aeródromos em Xangongo, Namacunde e Kuroca para aviões pequenos.

Por via terrestre é possível chegar a Cunene de Luanda, passando pelas províncias do Kwanza Sul, Benguela, Huíla ou Namibe; também se pode chegar pela Namíbia.

Natureza

As paisagens do Cunene são caracterizadas por florestas, savanas e estepes.

Os rios mais importantes desta província são o rio Cunene, o rio Kuvelai e o rio Kalonga.

A Reserva Natural de Mupa situa-se no norte da província e abrange uma área de 6.600km2. Foi constituida como reserva em 1964 com o objectivo de proteger a fauna local em declínio.

Esta reserva tem uma vasta diversidade de animais: girafas, hienas, leopardos, gungas, rinocerontes, hipopótamos, zebras, elefantes, avestruzes, leões, palancas vermelhas, garças, olongos e impalas.

As Cataratas de Ruacaná, ficam quase na fronteira com a Namíbia, na região de Kalueke, no rio Cunene. Com uma queda de 124m estas cataratas são impressionantes. No entanto, a melhor altura do ano para as visitar é na estação das chuvas pois a barragem existente nesta zona deixa-as praticamente sem água nos períodos mais secos do ano.

As Quedas do Monte Negro (Epupa) estão na região de Kuroca, quase na fronteira com a Namíbia e também a sua beleza nos encanta.

Acredita-se que o maior embondeiro de África se situa no município de Omdadja, em Péu-Péu.

Locais a Visitar

O Memorial do Rei Mandume alberga os restos mortais do último rei Kwanyama. Está localizado a 42km de Ondjiva, a meio caminho entre a capital e Santa Clara, em Namacunde. A rodear o memorial estão troncos simbolizando os feitos heróicos dos Kwanyamas contra os portugueses.
Aqui existe também um complexo turístico e empresarial.

Embala Grande é o local onde estão sepultados os 11 reis da região. Foi o centro político do reino Kwanyama onde todos viveram excepto o rei Mandume por não estar circuncidado na altura.

A Fortaleza Roçada está em Xangongo, na margem direita do rio Cunene, no município de Ombadja. Serviu de base militar para ataques e ocupação das áreas do sul do Xangongo.

Monumento Vau-do-Pembe foi erguido em memória dos portugueses tombados no ato da travessia ao rio Cunene devido a resistência dos nacionalistas.

O Monumento do Mufillo fica a sul de Xangongo e simboliza os grandes combates e as vitórias do Rei Mandume auxiliado pelo Rei Tchete-kela do Cuamato contra os portugueses no século XIX.